QUANDO O ESPÍRITO BENFIQUISTA PREVALECE, NÃO HÁ DERROTA, CORRUPTO, MERCENÁRIO OU ARRUACEIRO QUE O CONSIGA APAGAR OU FAZER DESISTIR.
BENFIQUISMO É ESTADO DE ALMA SEM DEFINIÇÃO, PRIVILÉGIO DOS PUROS!

terça-feira, 1 de setembro de 2015

CRIMINOSO E MISERÁVEL CONFESSO




CHULO! INCOMPETENTE! PIRATA! LADRÃO! MISERÁVEL! (*)

Há muito que anda aos caídos. Pudera!
Não fosse o lamber de traseiros, os expedientes laterais e o tacho de favor na SIC, ainda uma avença saída do orçamento negativo e sem fundo lagartóide, este amostra de escória humana, estaria a viver do rendimento mínimo e da sopa dos pobres.

Todos conhecem a sua trejectória: desde adjunto de campo, (encarregado de apetrechos de treino) a treinador fracassado, sem glória e sem passado, passando por director-bibelot remunerado para nada fazer, tendo, reconhecida a incompetência, sido atirado pela borda fora por Judas Chiclas e salvo "in extremis" por Brunalgas/agricultor-bombeiro, com a criação relâmpago de um tacho de representação que, para levar a cabo o cumprimento, frequenta um curso intensivo de aprendizado de operação do tradutor automático da Google.

Esta figurinha burlesca é de uma inteligência e ignorância tão rasteiras que ontem, refastelado na cadeira do tacho-esmola que a SIC lhe proporciona, teve o descaramento de confessar que acessa a Benfica TV, de borla, (só?) através de "stream" pirata.

Além de se revelar um ser mesquinho e miserável, não consegue dar-se conta (a tal inteligência) que aquela declaração de "acto heróico", o poderá levar à cadeia, se o Benfica, nos termos da Lei, accionar uma queixa-crime de usurpação e sonegação ilegal de direitos e propriedade.

ASSIM: (*)

CHULO:  Depois de arrumar as botas como jogador, sempre viveu à custa do futebol sem nada lhe oferecer em troca.

INCOMPETENTE: Pelo motivo apontado na prática do chulismo.

PIRATA: Utilização ilegal de meios e propriedade privada.

LADRÃO: Prática inerente à pirataria.

MISERÁVEL: Por, apesar de chular, roubar e levar uns trocados pagos pelos tansos lagartóides, não consegue poupar meia dúzia de euros para subscrever uma assinatura de uma rêde televisiva. (quem pirataria uma...)



segunda-feira, 31 de agosto de 2015

E ENTÃO OS NÚMEROS NÃO VALEM?



Segundo a escumalha protituto-jornaleira, a prestação da equipa comandada por Rui Vitória é considerada abaixo da miséria e votada ao fracasso total.


Tudo fazem para elevar aos píncaros da lua as performances de labregos e corruptos, na tentativa de mascarar a realidade da equipa do S.L.Benfica, ainda em rodagem, bem patente no magnífico trabalho elaborado por Hugo Gil e o Benfica, que abaixo publicamos.

Os acéfalos mercenários nem se dão conta do ridículo e da ignorância que, dia após dia, jornada após jornada, vão coleccionando e registando no "curriculum" próprio. É que o lixo-jornalismo não entende de números e muito menos de ética, honestidade e verticalidade, parte integrante de uma profissão que eles fingem possuir.

Será que essa gentalha possui os predicados, os requisitos que outrora eram exigidos pelo CNID, aos candidatos a jornalistas desportivos?
E me pergunto porque no meu tempo era uma honra, um orgulho (não ao alcance de qualquer um) a exibição do Cartão de Identidade daquela instituição, sinónimo de honorabilidade, de responsabilidade.

Pelo que se constata, hoje, qualquer labrego, qualquer corrupto, qualquer chulo, qualquer mercenário, pode exibir o então honroso cartão e dar largas à sua desfaçatez, à sua promíscua ignorância.

É verdade, esqueci que os tempos são outros, que qualquer ministro pode adquirir o canudo de sua preferência, por fax, mesmo num domingo à tarde, que um ladrão pode roubar à vontade e depois processar a própria vítima.

Os tempos mudaram mesmo, só não mudaram os números, mesmo para os que nada percebem de matemática.

Vamos a eles:

PRIMEIRA JORNADA

SEGUNDA JORNADA

TERCEIRA JORNADA

in http://hugogil.pt/


OS NÚMEROS NÃO MENTEM...O JORNALIXO PROSTITUÍ-SE!


sábado, 29 de agosto de 2015

BRUNO PARVALHO...DE NOVO???




"Tou...D.Giorgio?...sim...sim...o Parvalho...bom...só para avisar que chegou a conta do avião..."

Foi assim o desespero de Bruno Parvalho, depois de ter sido literalmente enrabado pelos brancos e nulos, aquando da sua primeira tentativa de assalto, como testa de ferro em decadência e, ao mesmo tempo,  abocanhar o tacho que o iria tirar da bancarrota e da miséria. 
Prometeram-lhe!

De trambolhão em trambolhão, a anunciada tentativa de nova candidatura, está votada ao absoluto fracasso! Mais um!

O primeiro fracasso, para quem não sabe, foi a RTN, o tal canal-aborto, morto precocemente, que lhe levou os tostões angariados por antecipação de herança e empréstimos particulares, transformados mais tarde em pseudo-acções, por falta de pagamento dos mesmos, que resultou em falência e os pseudo-accionistas não mais viram a côr do dinheiro "investido".

O segundo fracasso (fora outros à margem da "mídea") chama-se: Porko Canal.

Em poucas palavras se conta como sucedeu a primeira intervenção de Gangster da Costa naquele Canal:
Bruno Parvalho, segundo o próprio, um "expert" em gestão e administração, habilitado pelas mais altas escolas inglesas,(!!!) de um momento para o outro, deparou-se com "problemas de tesouraria" no seu (e de outros também) Porko Canal. Recorreu aos bancos. 
Desta vez faltou-lhe o tráfico de influências que o ajudou na implantação da morta e enterrada RTN.

Que fazer?

Conhecendo a intenção do velho corrupto na criação de um canal para o clube que vem roubando há mais de trinta anos, Parvalho, solicitou os "préstimos" do velho amigo para colmatar o momento de aflição, 

Condições imposta por Gangster da Costa:

1. As acções retidas por Bruno Parvalho na sociedade do Porko Canal, figurariam no acordo como garantia do empréstimo, passando aquelas em definitivo para o nome do velho cagão ou para a SAD do clube, em caso de não cumprimento do aprazado;

2. Uma cadeira na direcção do canal e criação de um programa de cariz cultural,que viria a ser ocupada/apresentado pela ex-duas vezes, Filomena.

Escusado será dizer que  Parvalho ficou na merda e sem canal.

Terceiro fracasso: o NÃO rotundo de Luís Filipe Vieira, quando Parvalho se ofereceu para ocupar a posição de Director-Geral da Benfica TV.

Em síntese, sem eira nem beira, é este o "credebilíssimo" candidato que nos espera para confrontar Luís Filipe Vieira.

Pessoalmente, não acredito que o desacreditado pelintrão seja testa-de-ferro de alguém, mas que anda (como sempre) a fazer-se a tachos, ninguém duvida.

Venha ele, cá o esperamos!

P.S.-Memórias de Arquivo:


Onde anda o tal “bruninho”
Depois da tosquiadela
Desapareceu o coitadinho
Sem se curar da piela

Armou-se em mercenário
Às ordens do gigolo-peidolas
Caiu no conto do vigário
Que só acontece aos artolas

Os calotes já aí estão
Muitas contas p’ra pagar
A primeira a do avião
Que ao peidolas fez chegar

Este gajo é do baril
Diz Giorgio a resmungar
Se fosse biagem ao Brasil
Estou acostumado a pagar

Garante destronar o Bieira
E entregar as transmissões
Na merda ficou o Olibeira
Bamos perder tantos milhões

Bou destruir este Tótó
E agarrar o Porko Canal
P’ra isso está lá a Filó
A controlar o animal

Cinquenta por cento já nem tem
As díbidas é a dar c’um pau
Contenta-se com qualquer bintém
E bai cagar ao calhau

Pode serbir de porteiro
Este atrasado mental
E porque sou um gajo porreiro
Não o mando p’ró hospital

-Penso eu de que…

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

SE A COERÊNCIA PAGASSE IMPOSTO...



"Este não é o treinador que eu queria, mas a partir de agora passa a ser o meu treinador!"

Vi e ouvi muito esta frase! 

E por muito boa gente (!)

Só que agora, logo ao primeiro desaire, ficou o dito por não dito!

À segunda jornada, está tudo perdido!!! A descida de divisão está garantida!!!

Demissão, já!!!

No início da época passada, os mesmos profetas da desgraça também se fizeram ler e ouvir, mas com a maior desfaçatez...foram vistos depois no Marquês...como se nada tivessem dito ou profetizado!!!

Pois é...se a coerência pagasse imposto, os ladrões corruptos que estão no governo não teriam nada para roubar!

domingo, 23 de agosto de 2015

DRAMATIZAR?


NÃO!

Aconteceu futebol! Simplesmente!


O BENFICA, também simplesmente, não ganhou! 




Temos equipa!

Temos treinador!

Somos BI e o rumo é o TRI!


O BENFIQUISTA  acredita!



E o colinho vai continuar!


CARREGA, CAMPEÃO!





sábado, 22 de agosto de 2015

AZIA & ALERGIA...EM IMAGENS!

JASUS 1-1 P.FERREIRA


BANANAL 1-1 LOPATEGO


O TREINADOR E...OS OUTROS!


Sempre defendi os treinadores do meu clube. Incondicionalmente!
Não importa se  nacional ou estrangeiro. Treinador!
Cada qual com sua ideia e concepção próprias para esquematizar, projectar e dinamizar a victória.
Sabe ao que vai!
Conhece cada atleta, cada comportamento, cada dificuldade, cada entrega, cada acção, cada momento.
É profissional! Sabe mais que eu.! Se é que eu sei alguma coisa.
Nenhum, sem excepção, é vocacionado para perder.
Quem disser ou pensar o contrário é estúpido, é ignorante!
E não faltam por aí, aos magotes!
Refiro-me aos treinadores de bancada, sofá, blog, redes sociais, balcão de tasca, mesa de café, etc.!
Quem são eles?
Os mesmos de sempre!
Ou sejam: os que não conseguem ser felizes na sua profissão e descarregam nos profissionais que gostariam de ser, toda a estupidêz, frustração,  ignorância e imbecilidade, muito próprias do fracasso experimentado.
Apoio incondicionalmente o Rui Victória, tal como apoiei  o bronco Judas, enquanto treinador do meu clube.
Quanto aos frustrados “experts” , só têm um caminho a seguir: deixem de ser cobardes, tenham tomates, abandonem a vossa profissão e tornem-se treinadores a sério para poderem aplicar a vossa “sapiência”, a vossa clarividência e a vossa eficácia.
Mas será que um frustrado sem capacidade para ser feliz na sua profissão conseguirá ser treinador de alguma coisa?
Qual quê!
Nem no jogo do pau!

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

É ASSIM QUE SE FALA OU...SEM PAPAS NA LÍNGUA!


Conflitualidade? Não a desejo, mas não a temo!

"A universalidade do Benfica não pode ser ultrapassada pela parolice bacoca de quem usa e abusa de uma esperteza saloia.

Olho por olho...
Em 9 e em 18 de Agosto de 2013 - começava, então, a caminhada para o bicampeonato - publiquei dois textos nos quais defendia que seria necessário assumir uma postura de conflitualidade, sem qualquer receio, sem qualquer temor reverencial, sem qualquer ato de subserviência para que nos respeitassem, para que nos voltassem a temer, para que voltássemos a ganhar de forma consistente.
Embora não o desejando, como princípio, defendi-o, porque esse era o caminho que julgava dever ser seguido (mesmo perante a incompreensão de alguns, os do costume... mas também os que não gostam de sair da zona de conforto onde se movem, porque, assim, podem... ir aos jogos mais descansados)!
Não sou dirigente do Benfica para me dar bem com os outros, nem para ver jogos em lugares mais confortáveis. Serei VP do Benfica para combater por aquilo em que acredito, por aquilo que me ensinaram ser o Benfica, porque julgo mesmo que o Benfica pode vir a ser o que sonhei. E porque sei ser esse o sonho e a postura de Luís Filipe Vieira (o grande defensor público da divulgação do maior escândalo do futebol português, chamado Apito Dourado).
Sabe, quem me conhece, que não busco o confronto a qualquer preço. Mas não me confundam com quem prefere... «a paz mais injusta à mais justa das guerras».
Especialmente quando os nossos inimigos - não confundir com adversários, porque esses jogam connosco e contra nós com as mesmas regras, sem batota, sem corromper quem decide ou sem recorrer a suplementos vitamínicos que deturpam a verdade desportiva - nos provocam, em cada declaração, em cada afirmação, em cada entrevista, em cada graçola...
Vem isto a propósito desta onda de conflitualidade verbal, destes ataques sucessivos - de todos os lados - na tentativa desesperada de evitarem o tricampeonato do Sport Lisboa e Benfica.
Essa é a grande preocupação de muitos. Dos que estão do outro lado - seja ele mesmo do outro lado ou de lá de cima - mas, também, dos que tendo obrigação de ser imparciais, se deleitam em dizer mal do Benfica. 
Porque sabem que se disserem, neste Portugal de brandos costumes, ninguém os criticará.
Sabendo que, pelo contrário, correm sérios riscos se disserem mal de outras cores (havendo, até, os que, sendo nossos, acham que ganham algum reconhecimento por dizerem mal de nós).
Tenho, por isso, a certeza absoluta que o medo e qualquer tentativa de conciliação (como sinónimo de submissão) apenas nos enfraquecerão.
Como sei que os outros só entendem uma linguagem: a do «olho por olho, dente por dente»!
Foi essa a postura durante os últimos dois anos. Não tenho dúvidas que tem de ser essa a postura para esta época. Contra os que mudando (este ano), julgam tudo lhes ser permitido. Contra os que não mudando (há muitos anos), continuam a julgar que vivem ainda nos tempos da impunidade!

Os adeptos merecem tudo
Defendo essa ideia de honra permanente em relação a qualquer ataque ao Benfica. Não posso, por isso, deixar de ser solidário, activamente, com a posição assumida (ou anunciada) pelo Benfica de procurar nos tribunais o ressarcimento de posicionamentos de quem se julga o centro do mundo (e rir-me a bom rir dos que ainda sorriem da posição do Benfica).
Bem anda o Benfica ao agir como anunciou, como será devida uma palavra de elogio a quem, no Benfica, também sem medo, tem dado a cara pela posição mais normal num Estado de Direito: anunciar que procuraremos, através da via judicial, o pagamento de uma cláusula penal, aceite de livre vontade, por ambas as partes.
Porque esse posicionamento, essa luta pela permanente dignidade do Benfica, que acompanha a sua grandeza e a sua universalidade, são o mínimo que podemos exigir a nós mesmos.
É o mínimo que podemos fazer por todos aqueles que percorrem semanalmente centenas e centenas de quilómetros e fazem um grande esforço financeiro para estarem sempre presentes ao lado da equipa, materialização visível desta paixão e da mística que construímos em cada momento.
É necessário que haja determinação na defesa do que, sendo de todos - verdade e honestidade - alguns teimam em pôr de lado, porque só assim conseguem ganhar.

Milhões de uns egos de outros
Na última época, uns, com um investimento de muitos milhões no plantel, perderam tudo o que tinham a perder, quando estavam obrigados a ganhar!
Esta temporada voltam a endividar-se para tentar recuperar a hegemonia do futebol português, esquecendo-se que, para que essa hegemonia voltasse, teriam que voltar, também, os métodos do Apito Dourado
Paralelamente, outros, que, há cerca de três meses, não sabiam se tinham orçamento para o investimento necessário para competir na Liga dos Campeões, hoje... têm dinheiro para tudo.
Ainda bem que assim é, até porque o ego em questão, apesar de muito bom, não ganhou nada em nenhum clube por onde passou,... excepto num (tipoistmo)!
Sabendo disso mesmo - cada um deles melhor do que nós, porque, como diz o povo... «cada um sabe de si e Deus sabe de todos» - tudo farão para, em conjunto, nos ganharem.
Não quererão saber quem fica a frente entre eles, desde que um deles fique à nossa frente.
Ou melhor: desde que ficassem.
Porque esse é o nosso combate: sem tréguas, mas com o apoio de todos, o que faz com que joguemos sempre em casa.
Eles estarão mais unidos do que nunca. Uns, porque o caminho da perpetuação no poder, com o recurso ao que vemos, ouvimos e lemos, não vai poder voltar a recorrer aos mesmos truques.
Outros, porque a ânsia de protagonismo disfarça as dificuldades e catapultará os egos que ainda por lá vão coexistindo (até ao primeiro desentendimento ou até alguém dizer que o rei vai nu).

Conflitualidade pura e gratuita
Por tudo isso, honra lhes seja feita, eles já disseram ao que vinham: conflitualidade pura e gratuita. Assente em forte contestação da arbitragem, mesmo - pasme-se - antes de ter havido jogos, com base em acesas guerras psicológicas e em desesperados jogos de bastidores.
Para eles, nos trinta e três jogos que faltam, o Benfica não irá ganhar merecidamente nenhum.
Pelo contrário, quando perderem pontos - os dois - só a arbitragem explicará a calamidade...
Para nós, haverá sempre, de ambos os lados, a certeza que houve ajuda... divina. Para eles e a eles tudo deverá ser permitido.
O Benfica - com uma organização profissional e competentíssima, um plantel equilibrado e um treinador de grande nível (que saudades que eu já tinha de ver um treinador do Benfica de caráter, a explicar educadamente as coisas, a tratar os jornalistas por você, etc., etc., etc.) - nunca jogará bem, nem merecerá ganhar.
Citando alguém sobre uma realidade não tão diferente do futebol quanto isso, «eles poderão perder, nós é que nunca poderemos ganhar». Ou melhor não poderíamos. Mas vamos ganhar!
Ao colo dos 53 285 adeptos que, na 1.ª jornada, estiveram presentes no Estádio da Luz, do mais de um milhão que nos vão ver ganhar na Catedral, e das centenas de milhar que - mesmo com muitas dificuldades e pagando, geralmente, quase o dobro do que pagam os adeptos dos outros - nos vão ver ganhar por todo o Portugal.

Se queres paz...
Que isto não seja entendido - repito - como defesa ou apologia de uma conflitualidade gratuita.
Mas, apenas, a resposta à afirmação de quem entende que a nossa grandeza - que não deve ser confundida com sobranceria - tem de ser o ponto de partida para não permitirmos que a nossa universalidade possa ser ultrapassada pela parolice bacoca de quem usa e abusa de uma esperteza saloia básica, que a nossa nobreza de carácter e o respeito pelas regras possa ser atropelado pelos que querem ganhar a todo o custo, mesmo que apenas o consigam corrompendo ou... fazendo uso da traquinice rasteira de quem não fez nada mais na vida.
Todos do mesmo lado!
Vamos a isto, Benfica?

SE EU FOSSE...
...presidente de um Clube.
Que julgava maior do que era, na realidade, estaria bastante preocupado (nervoso?) pelo facto do treinador que havia contratado me ter tirado todo o protagonismo e me ter transferido para um lugar de mero figurante na estrutura do clube, passando a centralizar todo o apoio interno e a ser o principal alvo de crítica de quem está fora...
E ver-me-ia desesperado ao ponto de ter que atacar um director de comunicação de um outro clube (bem sei que MAIOR QUE PORTUGAL) para tentar não desaparecer de cena.
Eu bem saberia que todos os livros me aconselhariam a apenas me pegar com pessoas que fossem tão presidentes como eu, mas, à falta de melhor, não poderia deixar passar esta possibilidade...
Até porque, a próxima sabe-se lá se bem mais perto do que poderia imaginar, se continuar a seguir as pisadas do ano passado, poderá ser para criticar a equipa.
Esperando bem que não seja já no regresso de Moscovo.

... dirigente de outro Clube.
Do terceiro clube desta troika feita de dois grandes clubes e um outro (MAIOR QUE PORTUGAL) estaria contente por ver quem, em bicos de pés ou passando a mão, repetidamente, pelo cabelo, vai fazendo o jogo de contestação ao Benfica que era pressuposto eles fazerem.
E ficava contente por isso: por ter alguém, que mesmo não seguindo instruções, desempenhava, fielmente, as funções que lhe tinham imaginado.
Nem em sonhos se conseguiria tão fiel desempenho... dir-se-ia lá para os lados da Torre..."

Rui Gomes da Silva, in A Bola

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

QUEM DEVE A QUEM?


BENFICA VAI PROCESSAR JORGE JESUS EM 7,5 MILHÕES, VALOR DA CLAUSULA DE RESCISÃO
O Diretor de  Comunicação do S.L.Benfica, confirma que o clube não pagou o mês de junho, acrescentando não haver lugar a pagamento uma vez que o contrato foi denunciado unilateralmente pelo treinador
Em resposta à intenção de Jorge Jesus de avançar para tribunal para exigir o pagamento do mês de junho, o Benfica confirmou que realmente não pagou o último mês do contrato do treinador pelo motivo apontado.

Segundo João Gabriel afirmou ao Expresso, Jorge Jesus denunciou unilateralmente o contrato com o Benfica em junho, quando, garante, começou a trabalhar no Sporting, pelo que não só o clube não lhe deve esse mês, como vai avançar com processo  em tribunal.
 
O Benfica vai, basicamente, exigir o pagamento da cláusula de rescisão do contrato: ou seja, 7,5 milhões de euros.
 
«Seria estranho o Benfica pagar um mês em que um seu funcionário não apenas não trabalhou mas, pior, trabalhou para outra entidade», referiu João Gabriel.
 
«Mas não é apenas isto que está em causa, a verdade é que, perante um contrato válido, houve uma das partes que o denunciou de forma unilateral e sem justa causa, portanto o Benfica vai agir na defesa dos seus interesses pela via que dispõe que é a via judicial.»
 
Em causa está o facto de Jorge Jesus ter sido visto pelos jornalistas, e filmado, a entrar em Alcochete, onde permaneceu várias horas, ainda durante o mês de junho.
 
«De fato, quem está oito horas a trabalhar em Alcochete é porque executa um contrato de trabalho, ou acha que o Presidente do Sporting, em declaração pública feita com pompa e circunstância, anuncia em 5 de junho Jesus como treinador do Sporting, sem haver um contrato?», acrescenta João Gabriel.
 
«Há matéria factual, esta e muita outra, a justiça dirá quem tem razão. É normal que se recorra aos tribunais quando há divergências e entendimentos diferentes, é o que faremos na defesa dos interesses do Sport Lisboa e Benfica.»

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

terça-feira, 11 de agosto de 2015

O PAVOR DO ANTI-BENFIQUISTA



ESTATUTO PARTICULAR DO BENFIQUISTA


 Cumprir as obrigações para com o Clube.
 Acompanhar diáriamente a vivência dentro e fora do Clube.
 Apoiar a equipa nos bons e maus momentos.
 Não assobiar como manifestação de desagrado.
 Não caluniar, não mostrar lenço branco, nem expôr cartaz difamatório.
 Não julgar opções do treinador. (ele sabe mais e fáz tudo para vencer)
 Não comentar em público assuntos e dirigentes do Clube, faça-o em sede própria.
 Não julgar ou criticar  acções sem profundo conhecimento de causa.
 Exp
ôr ideias mas não sugerir soluções sem se certificar da sua real viabilidade.
 Solicitar e exigir esclarecimentos nos lugares próprios.


P.S.- O Benfica é uma família una e indivisível . A manutenção da harmonia só se consegue com a discussão e resolução dos seus problemas no interior do próprio seio.

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

EM QUALQUER CIRCUNSTÂNCIA...




...A ÁGUIA VOA SEMPRE MAIS ALTO,


SEGUINDO O SEU RUMO DE GLÓRIA!

sábado, 8 de agosto de 2015

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

CORNOS NA PAREDE


Esta é a figura que simboliza o desvario e a filha-da-putice do bastardo adepto que queremos ver bem longe do Benfica.
São os FDP como este que devem ser banidos, mais própriamente, escorraçados da família benfiquista, sem delongas.

O imbecil da foto e toda a gentalha de merda de sua igualha, já tiveram tratamento apropriado neste blog e agora, devidamente cruzado, volta à ribalta como símbolo da mesma chusma podre, da mesma merda ignorante que sempre aparece, principalmente na pré-época, a ensaiar a bandalhice mercenária encomendada para o resto do percurso.

É vê-los alinhados nas sargetas nauseabundas do tipo "GERAÇÃO BASTARDA", destilando a mais pura ignorância, a mais pura bastardice, não fossem eles FILHOS DA PUTA encartados, ao serviço da único e verdadeiro inimigo do Benfica: o anti-benfiquismo!

A música é a mesma mas o tom é mais  nojento!

Os benfiquistas dignos desse nome, vão dar-lhes a resposta como o fizeram na transacta época: COLO, MUITO COLINHO!

E os bastardos acobardam-se. 
Assim o fizeram, mascarados no Marquês.

Os lambedores saudosos dos cus de Judas, aos poucos, vão levando as respectivas lambadas nos focinhos de porcos sabujos e ignorantes. Ao mesmo tempo e devagarinho, para não doer muito, vão-se sentindo ligeiramente penetrados (a grande cópula vem depois) porque aquelas paupérrimas e ínfimas mentes, não são capazes de perceber que se trabalha árdua e afincadamente nos bastidores da Luz, sem  ligar pevide a alguém e à histeria pelintrosa e rafeira dos que começam a não poder sentar-se sem incómodo.

E não se trata só essa gentalha frustrada e ressabiada.

Os jornas-prostitutos andam às aranhas e batem com os cornos contra o betão.

Os "alquimistas" do norte e a "aristocracia" falida, não conseguem dissimular a tremideira causada pelo enorme e torturante silêncio e lá vão enterrando os milhões que não lhes pertencem com incurssões na "feira da ladra" do futebol europeu e não só!

Deixai-os gastar!

MITROGLOU?

JIMENEZ?

E O OUTRO QUE AÍ VEM?

Calma aí...não esqueçam...está tudo parado e as ideias são do JAJUDAS!

ORA PORRA!!!

domingo, 2 de agosto de 2015

OS CAMINHOS DA LEONOR



A vida tem destas coisas ou seja, para poder-se vivê-la mais ou menos decentemente, há que depender de algo ou alguém.

O facto é generalizado e a nossa Leonor não foge à regra.

Como jornalista que é, depende deste ou daquele orgão de informação e o pior é que não há muito por onde escolher.

De uma A Bola, cada vêz mais invertida e descaracterizada da essência com que foi fundada, mercê do mercenarismo cada vêz mais visível e arreigado de um Victor Serpa, que se deixou enredar na teia corrupta do jornalixo, transformando-se em prostitudo que tem de prestar contas ao chulo, Leonor, digo eu, viu-se práticamente obrigada a ir trabalhar no mais nojento e anti-benfiquista pasquim desportivo português, o lagartíssimo beija-cu da "nobreza" falida e não só: Record.

A sua presença ali, estou convicto, é um enorme pedregulho no sapato de alguém.

E é assim que as roturas acontecem.
Oxalá aconteça e ponha as comadres a esgatanharem-se mutuamente.

A opção da Leonor faz-me recuar uns aninhos transportando-me ao tempo em que foi responsável pelo departamento de internet no S.L.Benfica.

Foi naquela qualidade que com ela me reuni para tratar de assunto da diáspora benfiquista nos "States", relacionado com a sua função e ainda nas instalações do que restava da velhinha Catedral, enquanto o novo estádio se ia erguendo e tomando forma.

Ao tomar conhecimento do seu ingresso no pasquim esverdeado, forçosamente, não pude deixar de me interrogar se no Benfica, no jornal, Mística, BTV etc., não existe uma vaga para que alguém da casa possa exercer a sua profissão em vez de debitar o seu talento e benfiquismo na pazquinzada anti?

Nem sei se as partes estariam para aí virados. Mas será?

Na profissão de jornalista existem determinados parâmetros (eu que o diga) que não se conjungam nunca, especialmente, se houver alguém catalogado de "corpo estranho", (óbviamente não terá sido o caso da Leonor) e há também certos factores de âmbito profissional que o público desconhece, levando-o até, muitas vezes, a conjunturar cenários que jamais foram ou serão pintados.



Quando a Leonor abandonou (?) o cargo, (que me lembre, nunca foi público o motivo) falou-se na inevitável  "mesa de café" em desinteligências, teimosias, desencontros etc..

Diga-se que a profissão é fértil nesse tipo de situações, as posições lateralizam-se e, cada parte, defende-se com os argumentos e atitudes que consideram legítimos.

Atenção que não estou a alvitrar absolutamente nada que possa ter acontecido, apenas evoco o "diz-se, diz-se" da época.

Na verdade o tempo passou, o panorama sofreu mutações, evoluíu e, por isso mesmo, tudo poderá acontecer.

Quem não gostaria de ver a nossa Leonor, espalhando o seu talento, a sua perspicácia, a sua fina ironia, dentro da nossa/sua casa?

Eu sei que gostarias, sim! Eu também!

quinta-feira, 30 de julho de 2015

OS SINAIS DO TEMPO


Há por aí quem afirme que o Apito Dourado está de volta.
Não está!
Já lá vamos.
Mas é verdade que a golpada Proença foi lançada, ardilosamente, então, ainda sem um objectivo definido,(nunca esteve na agenda a presidência da Liga) no intuito de produzir a sensação de uma força, assáz, fictícia e em declínio constante, para agitar as águas e lembrar que,"estamos aqui"!!!

Alguns sinais foram lançados insistentemente para tentar enganar o pagode (e muitos cairam) mas a mim nunca enganaram, por exemplo, com aquela de que Proença é benfiquista.
Nunca foi! 
Mas era preciso fazer acreditar.
Se o fosse, não teria (desde pequenino) envergado a camisola do clube da sua verdadeira paixão:


Gangster da Costa, como rato de esgoto formado nas cavernas escuras da podridão, do suborno e da chantagem, percebeu e soube tirar partido da veia mercenária e explorar a questão do seu "benfiquismo", transformando-o no maior ladrão da verdade desportiva, da usurpação de pontos e consequentes campeonatos ao Benfica, com o benefício descarado e criminoso do F.C.Porko.
Alguns sinais foram deixados no tempo mas nem todos se aperceberam:

CONFISSÃO SEM MEDO

EVIDÊNCIA SEM PUNIÇÃO

Foi Gangster da Costa, com alguns esbirros obedientes (já em números reduzido) ainda colocados em pontos-chave, quem incentivou o mercenário sem a "cremalheira" original, a deixar antecipadamente o apito, com o objectivo (falhado) de o colocar no CA e destituir Victor Pereira que, entretando, deixara de obedecer aos desígnios do mafioso cagão aviagrado das Antas.

Mas o objectivo (o dele) continua de pé.

Sem alternativa imediata, o sujo apitador foi colocado na LPFP, portanto mais perto do objectivo, graças a uma conjura e a um punhado de cobardes vendidos, que culminou na reviravolta de uma decisão tomada na semana anterior numa assembleia soberana.


Todo este processo retrata, sem qualquer dúvida a tentativa de um criminoso querer reerguer-se das cinzas onde se encontra soterrado, mas nunca o reactivar do Apito Dourado. Nem lhe passa pela cabeça.

Ele foge daquele apito a sete pés! Tem pavor!

Tem um medo terrífico porque não suporta a confrontação na tromba com algo que o incrimina e sem que possua hipótese de defesa: AS ESCUTAS!

O declínio vai continuar e os balões de oxigênio também! O "stock" está curto e em pouco tempo não haverá como repôr a "mercadoria".

A prostituta comunicação cangada tudo faz para não tocar no assunto, mas de tão castrada, tão desorientada e alguma a dar sinais de querer livra-se do cangote, vai deixando escapar evidências sem poder usar camuflagem.

Até final da temporada a borrasca vai estalar, possivelmente pelo Natal, o futebol português receberá a tão esperada prenda.

Ponham vocês também o sapatinho na chaminé!

domingo, 26 de julho de 2015

ALELUIA...JÁ TÊM PATROCINADORES!!!



BEM VISTA A ESTRATÉGIA DAS COMADRES!  (*)




(*) inspirado no Guachos Vermelhos

quarta-feira, 22 de julho de 2015

VOLTANDO À VACA FRIA



Que ironia!

Tentou golpe de marketing  na tentativa de atrair patrocínios através de contratações milionárias chamativas, em especial a de Casillas, e quem ficou sem “sponsor”, foi o espanhol.

E até agora nada!

Ninguém estará disposto (empresa, nome ou marca de gabarito)  colocar em risco o seu prestígio através de um veículo (leia-se clube) já condenado pela justiça  e dirigentes de largo cadastro criminal arguidos, mercê da mais recente operação de investigação policial, (Fénix)  que trouxe à luz do dia práticas de espionagem, extorção, drogas, prostituição, formação de quadrilha, negócios escuros, fraudes  etc., etc.

Nem um simples sabão Clarim aparece para ajudar a lavar as conspurcadas camisolas!

A coisa está feia. Muito feia! Mas a máquina criminosa ainda não emperrou e certamente terá um plano B, C, ou D,  para pôr em prática.


 Os milhões, como por artes mágicas, apareceram.
Poderão não ser tantos assim como se apregoa e, no caso, a especulação entra no jogo.
Se repararmos, os “rios” de milhões de que se fala, efectivamente, são contados nas contratações de Casillas e Imbula. E os outros aparentes milhões? Esses têm sido empregues(!) nas “tentativas de contratação” de uns quantos craques que acabaram por ingressar em outros clubes, esses sim, com os milhões disponíveis. Especula-se depois,  insistentemente , que os outros chegaram primeiro.

Pois é, o facto de se “pretender” contratar este e outro atleta, não quer dizer que a intenção seja real, mas os valores quantificados nessas hipotéticas contratações que se “deixam fugir”, de tanto se badalar, faz parecer que o dinheiro não é problema e está ali para se gastar à tripa forra.

Não precisamos ir muito longe, bastará apenas recuarmos uma semana e consultar a imprensa  para se verificar que muitos  “estão a caminho” e depois se ”perdem” na direcção daqueles  que bateram o carcanhol.


É o “marketing” do velho criminoso que já não engana ninguém!

terça-feira, 21 de julho de 2015

CASILLAS, O BOLSO E A COTAÇÃO




Com a mudança para o clube de Gangster da Costa, o espanhol Iker Casillas começou já a sentir no bolso a “alta cotação” do clube que ele diz (perdõe-se-lhe a ignorância) ser o maior de Portugal.

Para já e por enquanto, só perdeu um dos seus mais importantes patrocinadores: o banco BBVA.

Segundo os “mentideros” espanhois, o facto deveu-se precisamente a Iker se ter vinculado ao clube da fruta, o que, segundo eles,  não aconteceria se a mudança tivesse sido  para um River Plate ou Boca Júniors, equipas patrocinadas pelo mesmo BBVA.

A seguir poderá ser a gigante ADIDAS. Aliás, já está em análise a situação, tendo em conta que a equipa F.C.Putedo, é vestida pela concorrente New Balance.

Esteve Calzada, CEO da Prime Time Sport, sabe porque o diz.



Dá que pensar e questionar o motivo porque Casillas resolveu ingressar num clube mundialmente conhecido e rotulado de corrupto.

O que poderá saber o Forlán, com aquela do passo atrás na carreira?

E Sara Carbonero, a tão badalada jornalista e companheira do guarda-redes, não possuíria a necessária informação sobre o pai da Mafia da Palermo Portuguesa e do clube do qual se serve para as suas tenebrosas maquinações? 

E o próprio Casillas, nunca ouviu falar da compra de títulos no super-mercado, do suborno nas arbitragens? 

E das escutas?

Se de nada sabia, começa agora a saber.

E começa pelo próprio bolso.


Aguenta aí, ó Casillas!

P.S.- Para conhecimento de Casillas: